fbpx
Escolha uma Página
VAR: história, como funciona e polêmicas
var-como-funciona

O VAR (Video Assistant Referee), ou em português Árbitro Assistente de Vídeo, é uma tecnologia para confirmar ou não algumas decisões do árbitro principal.

Esta mudança em como julgar um jogo de futebol foi extremamente forte e decisiva, e como as outras mudanças no esporte, gerou bastante polêmica.

Uma das primeiras grandes mudanças no julgamento foi a introdução dos cartões na copa de 1970, antes as advertências eram feitas de forma verbal e causavam confusão em partidas com jogadores de diversas nações.

Outra grande mudança, aliada com a tecnologia, aconteceu em 2014. A invenção da “line goal technology”; quando a bola atravessa por completo a linha do gol, o árbitro recebe uma mensagem de aviso em seu relógio. A tecnologia que corrigiu muitas injustiças foi aplicada oficialmente apenas na Copa do Brasil.

O VAR foi uma mudança que gerou bem mais controvérsia do que as duas anteriores, muitas pessoas alegaram que iria acabar coma dinâmica do esporte, assim como seu encanto.

Vamos conhecer um pouco da história dessa tecnologia?

A História do VAR

O verdadeiro inventor do VAR não é conhecido. Duas pessoas clamam a paternidade da tecnologia, um colombiano que diz ter inventado o VAR em 2014, e um espanhol que afirma que apresentou seu projeto para o Ministério de Educação e Cultura de seu país em 1999.

A FIFA jamais mencionou ou deu crédito para os homens. Eles afirmam que o sistema é criação exclusiva da entidade.

O primeiro jogo a utilizar o VAR aconteceu na United Soccer League em 2016, uma espécie de série b da liga de futebol americana. O sistema acabou se espalhando pelo mundo, se tornando oficial na maioria dos campeonatos locais e internacionais.

A Copa da Rússia, em 2018, foi a primeira a usar a tecnologia em todos os jogos.

Como Funciona o VAR

O novo sistema de arbitragem funciona como um suporte ao árbitro principal. Uma equipe de juízes fica em uma sala separada observando as imagens de transmissão do jogo.

A tecnologia pode ser acionada tanto pelo árbitro principal quando tem alguma dúvida sobre um lance, ou pelos árbitros de vídeo quando notam uma irregularidade.

O VAR pode ser usado em apenas algumas situações específicas:

– Gols

– Pênaltis

– Cartões vermelhos

– Erro de identidade de jogadores

A palavra final sobre o lance sempre é do árbitro de campo. Diferente de outros esportes, como futebol americano e a NBA, os técnicos dos clubes não tem o direito de pedir a revisão.

Leia também

20 anos sem Didi

20 anos sem Didi

Dia 12 de Maio, há vinte anos, o futebol brasileiro perdia um de seus maiores nomes. Waldir Pereira, mais conhecido...

Quem foi Garrincha?

Quem foi Garrincha?

Pergunta difícil para responder em algumas palavras.  Manoel Francisco dos Santos, mais conhecido como Mané Garrinha,...