fbpx
Escolha uma Página
Verdades, mentiras e histórias sobre o Jejum de 23 anos do Corinthians
BLOG-13-Fim-do-Jejum (4)

Uma das maiores lendas do nosso futebol é o jejum de 23 anos do Corinthians sem ganhar nenhum título.

O famoso jejum corintiano, que era motivo de zoação dos adversários até poucos anos atrás, diz respeito aos 23 anos que o time supostamente ficou sem ganhar absolutamente nenhum campeonato.  Mas dados oficias, mostram que a história não é bem assim.

O Blog do Manto FC foi resgatar essa lenda da bola para trazer os fatos para nossos leitores.

A Fila de 23 anos

O último título do Corinthians antes desse período de vacas magras foi muito marcante. O ano era 1954, e a cidade de São Paulo estava em festa, comemorando 400 anos de história.

Mal sabiam que vinham quase duas décadas de secas para uma das maiores torcidas do país.

Faz me Rir

Um dos capítulos mais trágicos desse período foi o time de 1961. Mesmo com dois jogadores campeões do mundo em 58, foi um dos piores grupos a vestirem a camisa do Timão. O time de 61 chegou a ganhar o terrível apelido de “Faz me Rir”, uma referência ao bolero de Edith Veiga que era sucesso na época.

Ainda na década de 60, depois do time ficar em nono no campeonato paulista, a maioria dos torcedores iam a campo para acompanhar os jogos dos aspirantes. Principalmente de um jovem chamado Rivelino, que era tido por muitos como o salvador da pátria corintiana.

Tragédia de 1969

As esperanças de renovação e a euforia que começava a tomar conta novamente no Corinthians foram abaladas por um terrível acidente de carro em 1969. A tragédia tirou a vida de dois jogadores do elenco, os irmãos Lidu e Eduardo.

Esse baque fez com que o Timão amargasse péssimos resultados por mais algum tempo.

Década de 70

A década de setenta também não foi muito positiva para o Corinthians, e foi marcada por vice-campeonatos doloridos.

Um deles foi em 74, contra um dos melhores times do Palmeiras de todos os tempos, mesmo chegando na final, o time de Ademir da Guia acabou saindo com a taça para o Verdão em uma final disputada.

Foto Final Brasileiro de 1976

Outro vice dolorido foi em 1976, no Campeonato Brasileiro. Na semifinal contra o Fluminense, que agora contava com o antigo ídolo Rivelino, milhares de torcedores do Timão invadiram o Maracanã para assistir a vitória do seu time. Fato que não se repetiu na final, quando o Corinthians foi eliminado pelo Internacional de Porto Alegre.

Fim do Jejum no Paulista

O fim desse jejum veio em 77, em uma final contra a Ponte Preta. Basílio foi nome dele, que fez gol redentor que lavou a alma dos torcedores do Corinthians. Até hoje, é um dos gols mais marcantes da história do time. Os torcedores jamais abandonaram o Corinthians e mesmo com tantos resultados ruins, nunca foi sequer especulada o final da agremiação.

Mas afinal o Timão ficou 23 anos sem ganhar nada?

Título de 1966 desmente Jejum completo do Timão

O jejum de 23 anos é verdadeiro apenas se levarmos em conta o Campeonato Paulista, que era o torneio mais importante na época. Mas a lenda do futebol não leva em conta o título de 1966, no Torneio Rio São Paulo.

O Timão foi campeão no ano, mas dividiu esse título com o Vasco, Santos e Botafogo, em um campeonato com dez times. O regulamento do torneio na época não estabelecia nenhum critério de desempate.

Então, oficialmente, o Corinthians não ficou 23 anos sem ganhar nenhum título.

Fiquem ligados no nosso Blog para mais histórias do mundo do futebol.

Leia também

20 anos sem Didi

20 anos sem Didi

Dia 12 de Maio, há vinte anos, o futebol brasileiro perdia um de seus maiores nomes. Waldir Pereira, mais conhecido...

Quem foi Garrincha?

Quem foi Garrincha?

Pergunta difícil para responder em algumas palavras.  Manoel Francisco dos Santos, mais conhecido como Mané Garrinha,...