fbpx
Escolha uma Página
10 Camisas de Futebol que não deixaram saudades
as-camisas-mais-feias-do-futebol

Seu time já tentou inventar moda e acabou criando uma camisa horrível? Os torcedores adoram novidades, mas muitos não gostam nem um pouco quando a nova peça foge muito do estilo e das cores favoritas do clube.

Já fizemos um post sobre as camisas mais raras do futebol, vamos agora ver as mais feias que não deixaram saudades?

10 camisas mais feias da história do futebol

Athletic Club – 2004 – Espanha

Esta peça ficou conhecida como camisa do ketchup. A equipe do Athletic Club, mais conhecida como Athletic de Bilbao, deu o que falar. Por mais que tenha um gosto duvidoso, o time ficou na mídia por muito tempo com essa bizarrice.

Colorado Caribous – 1978 – Estados Unidos

Realmente foi inovador colocar franjinhas em uma camisa de futebol. Mas além de nada funcional, o kit final do time americano tentando relembrar os cowboys ficou horrível.

Apesar de rejeição dos fãs na época, o kit inusitado virou item de colecionador na internet.

Cultural y Deportiva Leonesa – 2014 – Espanha

Será que o time espanhol queria adicionar mais classe ao seu futebol? O resultado do kit de 2014 ficou um tanto que engraçado. O uniforme foi produzido para comemorar o aniversário de 90 anos do time.

Reggina – 2011 – Itália

O time do Reggina resolveu o problema da forma física dos seus jogadores com uma camisa nova.

O resultado final dessa ideia ficou um tanto de mal gosto, difícil escolher qual a pior entre o cinza e o vinho; concordam?

Hull City – 1992 – Reino Unido

O animal print está na moda faz tempo. Quem nunca viu peças com estampa de oncinha e tigre? O time inglês resolveu trazer essa moda para o uniforme número um em 1992. Ficou um para lá de estranho e o clube acabou abandonando o kit na temporada seguinte.

1860 Munich – 2010 – Alemanha

Camisas comemorativas raramente saem do jeito que o torcedor gosta. O 1860 Munich fez uma camisa para celebrar os 150 anos do time reunindo os melhores momentos do clube. O resultado ficou exótico, e diríamos até assustador.

Seleção Boliviana – 1930

A seleção da Bolívia resolveu homenagear o Uruguai, país sede da copa de 1930, com os dizeres “Viva Uruguay” divididos em letras nas camisas dos jogadores.

Se não bastasse carregar o nome de outro time no uniforme, confundir juízes e outros jogadores, o time boliviano ainda cometeu uma bela gafe na foto.

O jogador responsável pela segunda letra “u” não chegou a tempo para o clique, e a mensagem registrada na foto oficial acabou sendo “Urugay Viva”.

Kit do Goleiro da Seleção Mexicana – 1994

Jorge Campos é uma das figuras mais carismáticas do futebol mexicano. O goleiro projetou seus próprios kits para a copa de 1994. Jorge levou o conceito roupas largas ao último limite e não teve medo de misturar as cores.

Se a intenção era distrair os atacantes, parece que o goleiro fez um ótimo projeto. Sorte que essa moda não pegou ao redor do mundo.

CD Palencia Balompié – 2016 – Espanha

O designer de kits do Palencia, pelo jeito, era um verdadeiro aficionado por anatomia. A camisa saiu para lá de pitoresca.

Não podemos negar que o design do corpo humano sem a pele, mesmo sem explicação, ficou um tanto engraçado.

Norwich City FC – 2016 – Reino Unido

A camisa do Norwich City FC parece tudo menos uma peça de futebol. O design daria um ótimo pijama e também uma estampa de qualquer banco de transporte público.

Qual vocês acharam a mais feia? Não deixem de comentar.

Leia também

20 anos sem Didi

20 anos sem Didi

Dia 12 de Maio, há vinte anos, o futebol brasileiro perdia um de seus maiores nomes. Waldir Pereira, mais conhecido...

Quem foi Garrincha?

Quem foi Garrincha?

Pergunta difícil para responder em algumas palavras.  Manoel Francisco dos Santos, mais conhecido como Mané Garrinha,...