fbpx
Escolha uma Página
10 anos sem Dr. Sócrates: veja as jogadas mais geniais do craque
sócrates

Médico e jogador, dificilmente você achar um atleta assim nos dias de hoje. E não só pela profissão dupla que Sócrates era diferenciado. O craque tinha classe e um estilo único de jogar, marcando toda uma geração do Corinthians.

Seu futebol sempre foi caracterizado pela inteligência, habilidade, e é claro, seu famoso toque de calcanhar.

Começo de Carreira

Torcedor do Santos na infância, Sócrates começou a jogar bola no colégio dos Irmãos Maristas. Com apenas 16 anos, já começou a jogar no Botafogo de Ribeirão Preto, e aos 17, ingressava na faculdade de Medicina.

Ocupações que ele conseguiu levar simultaneamente até se formar em 1977.

Sócrates era um fenômeno com a bola, mas ainda tinha que faltar na maioria dos treinos por causa de seus afazeres na faculdade.

O Botafogo acabou dando um desconto para o craque, e valeu a pena. O Botafogo de Ribeirão Preto foi campeão da Taça Cidade de São Paulo (equivalente hoje em dia ao primeiro turno do Campeonato Paulista), vencendo o São Paulo na final.

Saga no Corinthians

Em 1978 Sócrates foi transferido para o Corinthians, time que é o maior ídolo até hoje. No clube, ganhou o Campeonato Paulista em 1979, 1982 e 1983. O Dr. também ganhou pelo Corinthians a Copa da Feira de Hidalgo e a Taça Cidade de Porto Alegre.

Durantes os seis anos que permaneceu no clube, fez 172 gols em 297 jogos. O jogador foi eleito “O Craque do Ano” da Revista Placar, e o “Melhor Jogador Sul-Americano” pelo Jornal El Mundo.

Sócrates também foi o responsável por criar a Democracia Corinthiana, um movimento com diversos jogadores que buscava melhores condições de trabalho para os atletas, criando uma auto-gestão no clube.

Outros Clubes

Sócrates também jogou na Fiorentina, se juntando a Falcão, Zico e Toninho Cerezo que já jogavam na Europa. O atleta jogou em 25 partidas pelo time italiano, marcando seis gols.

O craque também jogou no Flamengo, ao lado de Zico. Foram 20 partidas e cinco gols pelo Rubro-Negro. Ele conquistou o Campeonato Carioca e a Taça Rio pelo time da Gávea, mas acabou sendo desligado pela má forma física.

Depois de uma breve passagem pelo Santos, acabou se aposentando no seu time de coração, o Botafogo de Ribeirão Preto.

Seleção Brasileira

Sócrates também brilhou na nossa seleção com técnica e habilidade. Foram 25 gols em 64 jogos. O Dr. participou de 2 Copas, sendo o capitão em 1982, umas das melhores seleções do Brasil de todos os tempos que acabou sendo eliminada pela Itália.

Fim de Carreira

Sócrates trabalhou como treinador após sua aposentadoria, atuando pelo Botafogo e também pela LDU do Equador.

O craque teve um fim de vida melancólico. O abuso do álcool e tabaco causaram muitas enfermidades. Uma hemorragia digestiva acabou gerando diversas internações, e Sócrates morreu em decorrência de uma infecção generalizada em 2011.

Qual sua melhor lembrança do Dr?

Leia também

20 anos sem Didi

20 anos sem Didi

Dia 12 de Maio, há vinte anos, o futebol brasileiro perdia um de seus maiores nomes. Waldir Pereira, mais conhecido...

Quem foi Garrincha?

Quem foi Garrincha?

Pergunta difícil para responder em algumas palavras.  Manoel Francisco dos Santos, mais conhecido como Mané Garrinha,...